A arte das unhas decoradas.

No antigo Egito as mulheres pintavam suas unhas com esmaltes feitos de uma mistura de goma arábica, gelatina, clara de ovo e cera de abelhas. No inicio a cor era preta, à base de henna, o liquido que hoje em dia é usado para colorir cabelos e fazer tatuagens temporárias. Assim o tempo foi passando e o ato de pintar as unhas passou a ser o indicativo da classe social das pessoas, sendo que os tons mais claros eram usados pelas mulheres de classe social mais baixa e os tons escuros, intensos significava a nobreza. Partindo para a China dos tempos antigos, as unhas compridas significavam nobreza e até os homens pintavam suas unhas de preto antes de iniciarem uma batalha, pois esse costume era uma demonstração de coragem e poder. Hoje em dia não existem mais essas leis, mas sim a mania das mulheres em ficar escolhendo o tom de esmalte que combine mais com aquela nova roupa ou com seu estilo. Cleópatra criou uma lei de que ela seria a única que poderia ter as unhas pintadas de vermelho.


































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário