Seca no Rio Grande do Sul - 2012

 O Rio Grande do Sul decreta emergência coletiva. Subiu para 107 o número de cidades em emergência por causa da estiagem. A decisão do governo gaúcho busca agilizar liberação de verbas federais e renegociação das dívidas dos agricultores com os bancos. A estiagem é provocada pela interrupção do canal de umidade vindo da Amazônia – que ficou parado na Região Sudeste e gerou as fortes chuvas na região – e pelo fenômeno La Niña, que esfria a água no Oceano Pacífico, diminuindo a evaporação da água e aumentando a seca.
                                           













Municípios em emergência no RS
De acordo com a Defesa Civil, são 38 municípios em emergência. São eles: Cruzeiro do Sul, Fontoura Xavier, Engenho Velho, Novo Xingu, Liberato Salzano, Barra Funda, Fortaleza dos Valos, Putinga, Cerro Branco, Crissiumal,São Pedro das Missões, Constantina, Rodeio Bonito, Ilópolis, Coronel Bicaco, Passo do Sobrado, Chiapetta, Santa Cruz do Sul, Frederico Westphalen, Ibirubá, Lagoão, Vila Maria, São José das Missões, Jóia, Pinhal Grande, Palmeira das Missões, Arroio do Meio, São José do Herval, Cristal do Sul, Pinhal, Jaboticaba, Boa Vista das Missões, Nova Palma, Pouso Novo, Segredo, Seberi, Doutor Ricardo e Arroio do Tigre. Outros 21 realizaram a Notificação Preliminar de Desastre (Nopred): Pontão, São Valentim do Sul, Novo Tiradentes, Herveiras, Progresso, São Paulo das Missões, Tapera, Rondinha, Lagoa dos Três Cantos, Serafina Corrêa, Barros Cassal, Anta Gorda, Capão do Cipó, Cachoeira do Sul, Boa Vista do Buricá, Redentora, São Valério do Sul, Campos Borges, Restinga Seca, Novo Cabrais e Humaitá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário