O antes e o depois de desastres naturais

 Phuket, Tailândia.
 
 
 ANTES, foto tirada em 15 de novembro de 2002, e DEPOIS, em 31 de dezembro de 2004. Um Tsunami em 26 de dezembro de 2004 deixou mais de 4,3 mil pessoas mortas.
          Georgia, Estados Unidos
  
ANTES, foto tirada em 19 de abril 2007, e DEPOIS, em 21 de maio de 2007. Incêndio naquele ano queimou mais de 320 mil acres no maior refúgio da vida selvagem do leste dos EUA.
               Austrália.              
 
ANTES, foto tirada em 9 de outubro de 2010, e DEPOIS, em 12 de dezembro de 2010. A Austrália viu a pior enchente em décadas no final de 2010, quando uma área do tamanho de França e Alemanha juntas ficou debaixo d’água. 10 pessoas morreram e mais de 200 mil foram afetada
                                                                         Antártica.
 
 ANTES, foto tirada em 25 de janeiro de 2011, e DEPOIS, em 28 de janeiro de 2012. Imagens detectaram uma rachadura na geleira de Pine Island, uma das que mais derretem na Antártica. A rachadura deve criar um novo iceberg de 900 km2. 
                             Rondônia, Brasil.                 
 
 ANTES, foto tirada em 24 de junho 1984, e DEPOIS, em 6 de agosto 2011. A foto à direita mostra a área do reservatório da usina de Samuel, no rio Jamari, e o desmatamento causado na proximidade da usina ao longo dos anos. 
                            Mar Vermelho, Iêmen.                    
 
 ANTES, foto tirada em 24 de outubro de 2007, e DEPOIS, em 23 de dezembro de 2011. Um vulcão entrou em erupção no Mar Vermelho em dezembro de 2011, possivelmente criando uma nova ilha. 
                                                       Wadi As-Sirhan, Arábia Saudita.
 
 ANTES, foto tirada em 2 de fevereiro de 1986, e DEPOIS, em 12 de fevereiro de 2004. A implantação de sistemas de irrigação na Arábia Saudita fez com que uma grande quantidade de campos de produção de alimentos florescesse na região que antes era um deserto.                                   
China.  
 
ANTES, foto tirada em 23 de março de 2002, e DEPOIS, em 8 de abril de 2002. Uma forte tempestade de areia cobriu a visibilidade em parte da Mongólia, China e da península da Coreia. Nuvens de poeira chegaram tão longe a ponto de serem detectadas no Colorado, EUA.                                           

Crédito: NASA/GSFC/LaRC/JPL, MISR Team
Créditos: U.S. Geological Survey (USGS)
Crédito: United Nations Environment Program (UNEP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário